Categorias: NOTÍCIAS

Economia de gasolina: conheça os cinco carros híbridos mais baratos do Brasil

Para quem pode pagar mais por um veículo e quer gastar menos com combustível, uma das alternativas é a apostar em um veículo com motorização híbrida. Nesse caso, o propulsor a combustão é associado a um ou mais motores elétricos e uma bateria.

O primeiro híbrido disponível em maior escala no mercado brasileiro foi o Ford Fusion, lançado em 2011, e na sequência, em 2013, o Toyota Prius. Atualmente, a Ford não atua com eletrificados no país e a Toyota deixou de ofertar o Prius aqui.

No entanto, a tecnologia do Prius foi aplicada no Corolla e no Corolla Cross. Além disso, a empresa também comercializa o SUV RAV4 e o sedã de luxo Camry com sistemas híbridos. Já em sua divisão de veículos premium, a Lexus, todos os produtos são desse tipo.

Na Volvo, todos os modelos são eletrificados. São dois puramente elétricos (XC40 e C40) e dois híbridos: XC60 e XC90. A Porsche tem um elétrico (Taycan) e dois híbridos: Cayenne e Panamera. A BMW tem uma lista que envolve sedãs e SUVs eletrificados e a Audi estreou nesta semana com um híbrido plug-in, o Q5.

O Jeep Compass, um dos SUVs mais vendidos do Brasil também ganhou uma opção híbrida. Apenas uma versão, a S, que é produzida na Itália e vem com o sobrenome 4xe e custa R$ 349.990, mais que o dobro da versão mais barata (Sport), oferecida por R$ 169.490.

Ou seja, os híbridos que estão disponíveis no país não são acessíveis. O mais em conta é o Stonic, da Kia. No Corolla, que tem preço inicial de R$ 146.390 (GLI), a opção híbrida só é oferecida na versão Altis (R$ 177.590).

Os mais baratos

1 – Kia Stonic: R$ 147.990

O Kia Stonic utiliza um motor 1 litro turbo e um sistema híbrido leve

2 – Toyota Corolla: R$ 177.590

O Toyota Corolla sedã faz até 17,9 km/l com gasolina na cidade (Foto: Antônio Meira Jr./ CORREIO)

3 – Toyota Corolla Cross: R$ 196.290

No SUV, o consumo com gasolina na cidade é de 17,8 km/l (Foto: Antônio Meira Jr./ CORREIO)

4 – Lexus UX: 265.990

O menor crossover da Lexus faz até 16,6 km/l na cidade

5 – MINI Compatriota: R$ 272.990

O SUV da MINI pode também ser carregado na tomada e faz 23,3 km/l na cidade

sistemas diferentes
O primeiro grau de eletrificação dos motores a combustão é chamado de híbrido leve ou mild hybrid, como o adotado no Kia Stonic. É bastante simples: no lugar do tradicional alternador, há um motor-gerador capaz de recuperar energia (que é armazenada em uma pequena bateria) e reutilizá-la nas partidas de modo rápido e silencioso, ajudando o motor a combustão, que ainda continua sendo o protagonista.

Enquanto isso, os dois veículos da Toyota, o Corolla nas carrocerias sedãs e SUV, e o Lexus UX, utilizam um sistema que carregam suas baterias enquanto andam, usando um gerador movido pelas rodas ou quando o carro desacelera., usando a frenagem regenerativa.

Em princípios mecânicos, os híbridos plug-in são semelhantes aos regulares, usando a configuração de motores paralelos para movimentar o veículo.

A principal diferença é que eles possuem baterias maiores e podem ser carregados com eletricidade. Você pode dirigir um carro desses sem nunca usar o motor a combustão. Entre os mais baratos, a opção é o Countryman, da MINI.

Os mais vendidos
As vendas de veículos eletrificados leves cresceram 78% no primeiro quadrimestre deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado, reforçando a expectativa da Associação Brasileira do Veículo Elétrico de mais um ano positivo para a eletromobilidade no Brasil.

Entre janeiro e abril, a Toyota liderou as vendas entre os híbridos. Confira o ranking:

1 – Toyota Corolla Cross: 5.240

2 – Toyota Corolla: 2.329

3 – Volvo XC60: 638

4 – BMW X5: 351

5 – Kia Stonic: 331

O estoque total de eletrificados em circulação no país chegou a 90 mil veículos (2012 a abril de 2022), e, no ritmo atual, deverá passar de 100 mil até agosto.

Chinesa promete inovação
Na sequência da Caoa Chery, que anunciou a eletrificação da sua linha, a Great Wall Motors (GWM) comunicou que irá oferecer sistemas híbridos em seus modelos.

O fabricante chinês, que começa a comercializar seus produtos no último trimestre do ano, tem como destaque o Haval H6, um SUV híbrido que roda até 200 quilômetros em modo elétrico.

A tecnologia consiste em um motor 1.5 turbo, uma dupla motorização elétrica e um par de engrenagens fixas que conectam o motor a combustão às rodas.

Publicações recentes

Nike proíbe nomes de Lula, Bolsonaro e ‘mito’ na camisa da Seleção

Os novos uniformes da seleção brasileira para a Copa do Mundo de 2022 no Catar…

2 horas atrás

Semana começa com chuva e frio em São Paulo

A segunda semana de agosto será mais fria em São Paulo, prevê o Instituto Nacional…

2 horas atrás

Após render guardas, 35 presos ligados ao PCC fogem

Ao menos 35 presos ligados à facção paulista Primeiro Comando da Capital (PCC) renderam os…

2 horas atrás

‘Minha família é humana’, diz filha de Will sobre agressão

Willow Smith, filha mais velha do ator Will Smith, falou pela primeira vez sobre o…

2 horas atrás

Em alta, golpes virtuais entram na mira do crime organizado

Impulsionada pela maior presença digital da população por causa da pandemia e pela agilidade das…

2 horas atrás

Olivia Newton-John morre aos 73 anos

Morreu, na manhã desta segunda-feira, a atriz e cantora Olivia Newton-John, aos 73 anos. De…

2 horas atrás