Natureza: Após 11 anos Lagoa de Genipabu enche e se unem

continua após a propaganda

A Lagoa Genipabu, no município de Extremoz, na região metropolitana de Natal, encheu-se após 11 anos. O aumento do nível da água na região foi motivado pelas constantes chuvas que caem na região desde 2019.

A Lagoa Genipabu é formada por um relevo privilegiado no trecho, além de um lençol freático mais superficial. Esse espaço favorece a formação de pequenas lagoas que, em situações de enchente, se juntam.

Assim, dois corpos de água (ou lagoas) se conectaram completamente, formando um único reservatório no meio das dunas. Segundo o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), essa união não ocorre desde 2009, porque o volume de água recebido era insuficiente.

Segundo Idema, essas inundações são importantes para o meio ambiente e para a fauna local. O diretor geral da agência, Leon Aguiar, explica que, com mais água nas lagoas, a reprodução dos peixes também aumenta, tornando os alevinos mais protegidos dos predadores e crescendo com mais segurança. “Faz tanto tempo que não chove muito na área. O que é considerado uma boa oportunidade para a recuperação das lagoas e de nossas nascentes ”, afirmou.

O aumento do volume e da área da lagoa também beneficia a manutenção da população de jacarés amarelos que vivem no local. “A lagoa de Genipabu não é boa apenas para turistas ou espécies aquáticas. Esse corpo de água doce no centro da unidade é essencial para manter a rica diversidade de animais terrestres ”, afirmou o gerente da Área de Proteção Ambiental de Jenipabu (APAJ), Tiego Costa.

lagoa-de-genipabu

A lagoa também representa uma boa oportunidade para o turismo, assim que as restrições à interação social são reduzidas, de acordo com o representante dos comerciantes do Mirante da Duna da APA Jenipabu, Gileno do Nascimento Silva. “Nós, que vivemos em turismo, estamos muito felizes com as chuvas e é excelente vislumbrar essa beleza. Assim que possível, o visitante que vem a Genipabu ficará encantado. Para mim, um oásis se formou entre nossas dunas, um verdadeiro cartão postal. Assim que o surto de pandemia passar e a atividade turística voltar, este encontro das águas será uma bela atração para os turistas. Estaremos lá para apresentar essa maravilha da natureza “.
A praia de Genipabu é um dos principais cartões postais do Rio Grande do Norte, com dunas e passeios de buggy como destaque.

lagoa-de-genipabu-4

Benefícios da chuva

Outros locais que se beneficiam das recentes chuvas no território do Rio Grande do Norte, como o Cajueiro de Pirangi e o Parque das Dunas. Segundo Idema, favoreceu-se o descanso natural, o aumento da brisa, a floração, a frutificação e a formação de poças temporárias que tornam a temperatura mais baixa.

Além disso, parte dessa água da chuva se infiltra no solo e é transportada pelo sistema radicular das plantas, alimentando o lençol subterrâneo, cuja água é usada para suprimento humano. “É tudo tão extraordinário. A harmonia da vida, interdependência, conexão, troca de elementos, respeito, equilíbrio da natureza. É o ciclo e a renovação. E não para por aí. Nesse período, os fungos florescem, dando uma cor especial próxima ao solo ”, afirmou Mary Sorage, gerente do Parque das Dunas.

O Parque das Dunas e o Cajueiro de Pirangi estão fechados à visitação pública como medidas de proteção contra o contágio pelo novo coronavírus.

Notícias para você

Fique ligado! Receba conteúdos exclusivos para você